23/07/2014 Ação diferenciada na Shell

Rio de Janeiro/RJ - Com o objetivo de assegurar a cultura de segurança entre seus funcionários, contratado e parceiros, e garantir a integridade em suas operações, a Shell realizou, no primeiro semestre deste ano, simulados e campanhas em preparação ao Dia Nacional de Prevenção a Acidentes de Trabalho, comemorado no dia 27 deste mês. Além dos treinamentos regulares, a companhia realizou simulados e campanhas que abordaram a importância da segurança no ambiente de trabalho e a tomada de ações em situações extremas. Como prova de que a temática é fundamental em suas atividades, a companhia conta com mais de 100 pessoas no Brasil dedicadas exclusivamente a garantir a segurança cotidianamente e atuar em situações de emergência.

 

Como parte de seus treinamentos regulares a fim de garantir a integridade física de seus colaboradores, a Shell oferece, há mais de 15 anos, treinamentos em Direção Defensiva para os funcionários que dirigem a serviço da companhia. O treinamento é presencial, com duração de um dia, e deve ser atualizado a cada dois anos. Na área de saúde, a Shell vai além do que é exigido pelos reguladores e define um padrão rigoroso aos trabalhadores que fazem atividades de maior risco ocupacional, como, por exemplo, atividades offshore (embarcados). Denominado 'Fitness To Work', o padrão de saúde consiste em uma avaliação física minuciosa periódica com a realização de procedimentos que extrapolam os exames ocupacionais de rotina, incluindo uma análise de risco cardiovascular individualizada que garante ao trabalhador maior segurança e bem-estar em ambiente de alto-mar.

 

Ainda antecipando-se ao Dia Nacional de Prevenção a Acidentes de Trabalho, a Shell celebrou, em junho, o Safety Day - evento presente há sete anos no calendário global da companhia. Diferente e independente da SIPAT - Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho, que está sendo realizada esta semana - o Safety Day envolveu todos os funcionários e contratados da Shell, para debates sobre práticas na prevenção de acidentes.

O objetivo foi conscientizar que não é apenas em ambientes de risco operacional - como plataformas, fábrica, bases e embarcações - que incidentes podem ocorrer. FPSOs e outras unidades, como a fábrica de lubrificantes, também foram envolvidas com a temática de segurança através de mais de 30 workshops.

 

Em outro esforço para garantir a segurança de pessoas e comunidades envolvidas em suas atividades, em março a Shell Brasil organizou o maior simulado de resposta à emergência deste tipo já realizado no país, com mais de 300 profissionais. O exercício simulou um vazamento na Bacia de Campos e envolveu as cidades de Rio de Janeiro, São Francisco do Itabapoana (RJ) e Presidente Kennedy (ES). Houve ainda uma segunda etapa, com um simulado operacional de chegada de óleo à costa, que contou com a participação das comunidades locais, mobilizando mais de 200 pessoas na região da foz do rio Itabapoana (Presidente Kennedy e São Francisco do Itabapoana).

 

Data: 23/07/2014

Fonte: Agência Shell

Compartilhe