Fator de risco ergonômico no eSocial ?

O que é ergonomia?

Ergonomia é a ciência que estuda as condições de trabalho. A palavra deriva do grego “ergon”, que significa “leis e normas”. Dessa forma, essa área do conhecimento acaba estabelecendo diretrizes para que os seus colaboradores trabalhem de forma mais segura e eficiente possível.

Ela integra diferentes áreas do conhecimento, como a engenharia e a psicologia, para entender a relação dos trabalhadores com o seu ambiente de trabalho. Além disso, ao alinhar esse conceito ao de produtividade, você consegue melhores resultados e, ao mesmo tempo, garantir bem-estar e qualidade de vida para os seus colaboradores.

Os parâmetros ergonômicos para as empresas brasileiras estão estabelecidos pela Norma Regulamentadora nº 17 (NR 17). Nela, são descritos critérios para que os trabalhadores da sua empresa desempenhem suas funções com maior conforto e segurança.

Para responder a esses itens do eSocial, é necessário realizar uma Análise Ergonômica do Trabalho (AET). Ela vai avaliar os riscos ergonômicos dos trabalhadores da sua empresa.

As avaliações incluem aspectos relacionados ao:

  •          Levantamento;
  •          Transporte e descarga de materiais;
  •          Ao mobiliário;
  •          Equipamentos;
  •          Condições ambientais do posto de trabalho;
  •          Organização do trabalho.


A partir da análise das condições técnicas, ambientais e organizacionais, a AET propõe a adaptação do homem ao seu posto de trabalho, sempre com foco na saúde e segurança das pessoas.

Estas informações serão obrigatórias informar ao eSocial.

Data: 07/04/2019
Fonte: Marcios Campolino

Compartilhe